HumanizaSUS

A HumanizaSUS – Política Nacional de Humanização da atenção e gestão no Sistema Único de Saúde – traz em seu bojo princípios norteadores que compõem a base do modelo de assistência adotado pelo Hospital do Subúrbio. Partindo da ideia de que humanizar é valorizar os diferentes sujeitos que participam do processo de produção de saúde (usuários, trabalhadores e gestores), o HS reconhece a importância de estabelecer vínculos solidários e respeitosos entre todos e permitir a participação coletiva no processo de gestão.

Atitudes e ações humanizadoras incluem o compromisso com a ambiência para oferecer condições de trabalho e de atendimento adequadas. Também implicam em desenvolver um olhar apurado, atento e sensível às necessidades dos cidadãos, bem como aos desejos e interesses dos sujeitos protagonistas das ações de saúde, sejam usuários, trabalhadores ou gestores.

Ao implantar e atender à política de humanização, o HS mostra que investe na qualificação de seus profissionais, na interação entre eles e os usuários, e no preparo para lidar com a dimensão subjetiva que se traduz em necessidades específicas de seus pacientes. Por isso, o hospital promove diversas ações para melhorar a vida de quem está na unidade. Exemplos de práticas humanizadoras são a criação e disponibilização de uma brinquedoteca, onde crianças têm acesso a jogos, exibição de filmes infantis de valor educativo e de entretenimento (como os títulos Toy Story, A Galinha Pintadinha), e brinquedos adequados a faixas etárias distintas.

Levar alegria a crianças, através de pequenos eventos, também faz parte do programa de humanização do HS que realizou, em março de 2011, o seu primeiro “carnaval das crianças”: um verdadeiro desfile de foliões mirins, acompanhados por seus representantes legais e profissionais do hospital, ao som de marchinhas e chuva de confetes. Uma alta hospitalar bastante aguardada pode virar motivo para uma merecida comemoração envolvendo o paciente, seus familiares e os profissionais de saúde que se dedicaram ao tratamento.

Os comentários estão encerrados.